07 Dezembro 2005

A verdadeira história da pequena sereia

Era uma vez uma princesa que vivia num castelo encantado com os pais. Os pais eram o rei e a cozinheira, mas a rainha não sabia. Um dia a princesa foi passear para a beira mar e caiu à água. Ficou muito aflita, claro, porque a água do mar estraga os vestidos. Estava a princesa muito preocupada com estas questões quando apareceu a pequena sereia e disse “olá quem és tu?”, e a princesa respondeu “olha sou a princesa do castelo encantado” e a sereia disse “eu sou a pequena sereia” e a princesa disse “olá” e ficaram amigas. Estavam elas ainda a conversar quando ouviram um grande barulho. Viraram-se e o que é que viram? Viraram-se e viram um belo homem. O belo homem andava a passear à beira mar quando caiu à água e foi por isso que elas ouviram barulho e se viraram e o viram. Bem. O belo homem apaixonou-se logo pela pequena sereia, por isso foi ao pé dela e disse “eu tarzan tu jane”. Não sabia dizer pequena sereia, mas não faz mal porque a pequena sereia chamava-se mesmo jane. A pequena sereia chamava-se mesmo jane marie de la conche de la mer, mas como tinha um nome muito grande toda a gente a tratava por pequena sereia. E como se pode ver o belo homem tinha poderes. A pequena sereia também se apaixonou logo pelo tarzan, por isso fugiu com ele para a selva. A princesa ficou muito triste por ter perdido uma amiga e voltou para o castelo. A mãe e o pai e a avó da pequena sereia ficaram tão envergonhados com esta história que inventaram a outra.

6 Comments:

At 08 Dezembro, 2005 00:22, Blogger lélé said...

Lia Lia Lia..
já faço parte da tua claque... (não sei por as letras a bold, mas faz de conta que Lia Lia Lia está em negrito, tá bem?)

 
At 08 Dezembro, 2005 19:18, Blogger Vostradeis said...

Isto é bom! Continua...

 
At 08 Dezembro, 2005 23:35, Blogger legivel said...

Começo pelo fim que é a melhor maneira de começar a ler um conto e por isso te pergunto onde é que está o outro conto que escreveram com vergonha deste? que até por acaso não está nada mau porque eu gosto de tudo o que meta sereias e até me lembro daquela canção que diz serei a tua teia mas neste conto faltam as aranhas e eu mesmo estou às aranhas para dar a volta ao texto a menos que me socorra do tarzan que o gajo costuma safar o pessoal de algumas aflições ele e a macaca que agora não me recordo do nome que não deve ser jane que essa é a princesa disfarçada de pequena sereia que molhou o vestido e o belo homem deve ter ficado bem impressionado com o que viu o vestido da princesa colado ao seu (dela) corpo que o belo não era o tarzan homem que vivia num castelo de são jorge aos mouros e os pais do vestido molhado estavam na moda lisboa de modo que não deram pelo que aconteceu só o souberam quando o rodrigo guedes de carvalho anunciou no jornal das vinte que o gasóleo ia aumentar... achoque já me perdi; caraças!!

Beijos e uma ganda semana!!

 
At 09 Dezembro, 2005 17:36, Blogger legivel said...

O meu primeiro comment não é contável porquê?!
Fui banido da tua lista?!
Sou personna non gratta?!
É por ser sportinguista?!
É devido à minha legibilidade?!
Deves-me um explicação devidamente certificada e assinada!

 
At 09 Dezembro, 2005 18:04, Blogger Lia C said...

Obrigada, Lelé! Eu faço de conta...

E obrigada, Vostradeis - fico contente que gostes, não sei bem porquê.

E a ti, Lé, respondo mais tarde que agora tenho pressa... mas TODOS os teus comentários contontam, se reparares!

Bjs muitos para todos

 
At 19 Março, 2011 00:51, Blogger André Amorim said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 

Enviar um comentário

<< Home